logo NFI logo SMART Research BV
Escolha seu idioma: English Español Français Português 中文(简体) 日本語 Русский
logo
shadow
Validação do sistema Bonaparte DVI

Os emparelhamentos obtidos com software forense têm, de uma forma geral, implicações de grande alcance, já seja Os emparelhamentos obtidos com software forense têm, de uma forma geral, implicações de grande alcance, já seja sejam fiáveis. Para assegurarmos que assim seja, empregámos mecanismos de ordem vária, tanto durante como depois da fase de desenvolvimento do sistema.

Durante a fase de desenvolvimento, os resultados obtidos pelo engenho de computação do sistema Bonaparte foram corroborados pelo recurso à comparação dos mesmos com os resultados de idênticas computações executadas por investigadores independentes utilizando os programas de software matemático Matlab e Mathematica. De tal forma, verificámos a concordância entre os resultados computados e a teoria.

Componentes do sistema Bonaparte—tais como sub-rotinas, por exemplo—foram verificados durante a fase de desenvolvimento mediante as chamadas provas unitárias. Após cada modificação do código-fonte, os referidos componentes foram unitariamente testados para verificar o seu correcto funcionamento.

A corroboração cruzada e as provas unitárias testam, claro está, não mais do que partes do sistema, e não o sistema na sua totalidade. Com o intuito de comprovar que o sistema Bonaparte funciona de acordo com as especificações, procedeu-se ao desenvolvimento do um conjunto de provas de validação. O seu objectivo era testar todos os aspectos do sistema (e.g., o processamento de genealogias, de alelos falhados, de estatísticas populacionais, de casos de endogamia, entre outros), de modo que qualquer desvio em relação às especificações fosse detectado. Os cenários se utilizaram para a validação de este sistema foram documentados e publicados na revista Forensic Science International: Genetics (vide infra).

Slooten, K.,
Validation of DNA-based identification software by computation of pedigree likelihood ratios,
Forensic Science International: Genetics, 5(4):308-315
agosto 29 2014, 09:24:15 / 0c528f842086d1fc5fcdd5091bf3fc1d8009c4f8
EnglishEnglish EspañolEspañol FrançaisFrançais PortuguêsPortuguês 中文(简体)中文(简体) 日本語日本語 РусскийРусский
SMART Research BV • Heyendaalseweg 135 • 6525 AJ Nijmegen • The Netherlands EU flag Cookies